terça-feira, 29 de junho de 2010

A Pena no Verão (II)


Sintra e Pena envoltas em nevoeiro são um tema tão fascinante que podíamos passar o resto da vida deste blogue à volta das suas imagens. Desde as manhãs mágicas de há um ano que esperávamos o momento em que pudéssemos assistir na Cruz Alta a uma manhã de serra isolada no meio das nuvens. Os últimos dias – e o de hoje até esta hora incluído – têm sido de nevoeiro persistente. Ontem enchemo-nos de tal maneira de fotografias de subidas, picos e descidas pela névoa, que algumas delas terão de acabar aqui.

Temos também o testemunho destes muito toscos 41 segundos panorâmicos sobre o mar branco, desde o Guincho para norte, pelo Palácio da Pena diluído, até Mafra:

video

7 comentários:

  1. No caminho habitual Algés-Alvalade, via Monsanto, olhei para Sintra daquele alto onde se situa a Penitenciária, e acima das nuvens apenas estava a Pena e a Cruz Alta. Foi hoje, e quando cheguei à radial de Benfica tive de forçar o volante para me dirigir a Entrecampos, já que o velhaco curvava em direcção ao IC19, e ao paraíso terreal.

    ResponderEliminar
  2. Esse nevoeiro parece San Francisco no Verão, sem tirar nem pôr!
    Quer dizer: tirando algumas árvores, e pondo alguns arranha-céus...

    ResponderEliminar
  3. Foi o feitiço da noite de são João, aquela coisa dos fetos...

    ResponderEliminar
  4. Que maravilha, diz o meu belo Perseu devolta dos jaquinzinhos e que maravilha! exclamo eu, de volta destas tuas polaroids. Uau!
    E depois ainda quereis que eu acredite que não vive em vós uma veia singular que faz da vida um encanto sóbrio e elegante. Homessa!

    ResponderEliminar
  5. RS: estamos solidários com esse esforço que às vezes é necessário para contrariar o efeito-íman de Sintra envolta em nevoeiro. Muitas vezes nos apetece deitar às urtigas as nossas obrigações e correr às encostas da serra!

    Helena: Não conhecemos o norte da Califórnia (nem o sul, nem lado nenhum do lado de lá do Atlântico), mas as descrições desses nevoeiros tocam-nos num ponto fraco...

    Tomás: Não há dúvida, aqueles fetos são fatais!

    Io&Perseu: Maravilha maravilha devem ser esses jaquinzinhos! Mas obrigado. E, por favor, não nos façais corar aqui, em plena blogosfera!

    ResponderEliminar
  6. PV,
    se querem bons nevoeiros, fiquem onde estão, que já estão mais que bem.
    Emboramente... há ali umas brumas para os lados de Big Sur que são discretamente magníficas.

    Mas, atenção: nós vestíamos para o Agosto de San Francisco os casacos que na Alemanha usávamos no Inverno.

    ResponderEliminar
  7. Isso de usar roupa de Inverno no verão soa-nos familiar. Em pleno Julho, começar um piquenique na Peninha e terminá-lo em casa, encharcado e enregelado, por exemplo, é uma experiência comum.

    ResponderEliminar